sexta-feira, 13 de maio de 2011

O ECA é uma eca


            Tarefa escolar: comer bem! Os alunos são responsáveis pela horta que cultivam nas escolas que estudam, se preocupam com a qualidade dos alimentos para que seja levado até ao seu destino final de maneira saudável. São responsáveis também no preparo destes alimentos, devidamente vestidos com roupas brancas, toucas e máscaras, eles é quem servem estes alimentos aos colegas da escola. Fim da refeição e o trabalho continua, os alunos ajudam na limpeza da cantina e eles também são os responsáveis pelas limpezas das salas de aula. Infelizmente não estou falando do Brasil, mas sim do Japão.
              A criança no Brasil não pode trabalhar, cenas como estas vistas entre os alunos japoneses seriam pura ficção entre os alunos brasileiros, seriam uma exploração e se isso hoje é inviável devemos agradecer ao "brilhante" ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Proteger a criança é instruí-la a ter um raciocínio rápido, é educá-la para pensar e lutar pelos seus direitos, mas também ter a consciência de seus deveres. Infelizmente a realidade é outra, as crianças brasileiras não são preparadas para pensar, não há a possibilidade de formar uma opinião própria e lutar por melhorias o que facilita que neste setor haja a prática dos atos ilícitos. 
              O que ocorre nas instituições públicas do nosso país é fruto de gerações que carregaram consigo o sabor da corrupção e um dos alvos são as merendas escolares: quando não é a falta de alimentos é a deterioração dos mesmos. Todos sabem do problema, todos sabem quem são os atores deste triste e revoltante cenário e nada é feito para combater as irregularidades. A hipocrisia que impera em nosso país vem de séculos e não vejo nas futuras gerações nenhuma mudança significativa, estas estão mais preocupadas com os seus estilos moicanos de ser, se A ficou com B na casa global e tudo isso tomado por uma profunda emoção nas palavras "bialescas".
                 Pelo jeito tudo acabará mais uma vez em pizza, uma pizza com gosto de quero mais... quero mais que o povo se exploda!
                         

Nenhum comentário: