sábado, 2 de abril de 2011

MÚSICA RUIM PROVOCA TERREMOTOS

         A cada ano que se passa é notório a conquista do homem nos seus mais diversos campos: a robótica, a  internet, o avanço da medicina. Contudo uma área tomou um caminho oposto que é a música. Grandes rádios se foram e hoje o que vemos são rádios comprometidas apenas com o ibope, sem dúvida é a vilã da cultura brasileira não se preocupando com a qualidade. Constantemente em grande quantidade vemos o despejo de lixo cultural em nossa sociedade, já não basta o lixo propriamente dito? Durantes estes meus quase 36 anos de vida contemplei e vi algumas rádios dando adeus é o caso da Alvorada FM, a Tupi FM que no início dos anos 90 nos contemplava com Franck Pourcel, Paul Mauriat, Henry Mancini, Anthony Ventura, Frank Sinatra e por último a Antena 1 Light FM. Cresci ouvindo dentro de casa: Belchior, Milton, Chico, Xangai entre outros. O que me preocupa é o amanhã. Se hoje nos empurram goela abaixo o axé, o funk e gêneros afins que são de extremo mau gosto e de péssima qualidade cultural, o que nos reserva o amanhã?
         Cervantes disse uma vez: "Onde há música, não pode haver coisa má."  Acredito que se nosso amigo espanhol tivesse a oportunidade de se pronunciar neste momento diria: "Apaga tudo que falei."
         Descobri o real motivo dos tsunamis e terremotos: a inquietude dos gênios da música em seus caixões!

Um comentário:

politicamente_incorreto disse...

O problema meu caro é que tudo virou "commoditie", não basta ser belo ou poético. TÊM QUE DAR RETORNO!!!!!!

Os americanos inventaram a desgraça dos nossos dias que é a maldita pesquisa de mercado aonde o que impera são os resultados das mesmas. Existe um mercado bilionário e fácil de ser explorado, é como um filão de ouro sem fim e nesse veio encontramos os seres mais díspares com as suas picaretas a cavoucar.

Coca Cola, Mc Donalds, Ford, KFC, Pepsico, Globo, Warner, FIFA,Edir Macedo, Billy Graham, ONU, Obama, são só alguns dos milhares de garimpeiros que se abastecem e enricam nesse vale descompromissado com o futuro, sem vínculo com o passado e vivendo apenas o agora. Leia e releia 1984 de George Orwell e verá o que eu estou dizendo, o grande irmão mudava constantemente o passado a seu bel prazer momentâneo e jamais foi questionado por isso.
Lamentavelmente caminhamos a passos largos para a miséria intelectual e a terceirização do pensamento, e como é do conhecimento de qualquer pessoa de inteligência mediana toda a terceirizada só visa três coisas: o lucro, depois o lucro e por ultimo..... o lucro.

Então preparemos o fígado para mais uma enxurrada de luãs santanas, ivete sangalo, claudia leitte, fiuk, restart e mais algumas carretas de lixo cultural.... mas como consolo temos o fato do futebol, o atletismo, as artes, o automobilismo e mais um sem-numero de coisas terem também tomado o caminho da indigência intelectual e assumido o papel de apenas coletores de grana e lavagem de dinheiro de origem suja. Agora dá licença que vou lá dentro vomitar e já volto para escutamos e admirarmos a obra e a beleza de luã santana...........