quinta-feira, 15 de julho de 2010

MANQUETINHA

           Não sei de onde vem tanto amor pelos animais, principalmente pelos cães. O cão sem dúvida é o melhor amigo do homem, além disso são muito sensitivos. Tive a primeira cadela em 1986, depois um cão em 1998 e desde abril de 2005 novamente uma cadela. É um prazer indescritível, só quem tem um cão sabe o que estou dizendo. A alegria que eles fazem ao nos verem, a tristeza que eles ficam quando precisamos ficar alguns dias fora de casa. Maior do que esta tristeza que eles sentem é a tristeza de vê-los partir, principalmente quando esta partida é repentina. Como aconteceu com a linda cadela que tive o prazer de conhecer quando estive, no mês de janeiro, em Cascavel (PR) para visitar meu irmão. Foram 21 dias de convivência com aquela criatura adorável, confesso foi amor à primeira vista e ontem recebi a notícia de sua morte provocada por um atropelamento. O condutor não teve a gentileza de pelo menos parar para tentar socorrê-la, deixando aquele ser indefeso no meio da rua como se fosse um nada. A sociedade precisa urgentemente rever seus conceitos, os valores éticos e morais estão ficando em segundo plano, dando lugar a ambição pelo poder. 
          Gandhi já dizia: "UMA CIVILIZAÇÃO PODE SER JULGADA PELA FORMA EM QUE TRATA  A SEUS ANIMAIS."



       

segunda-feira, 12 de julho de 2010

POLVO PAUL, O SÁBIO

              Há muitos anos, os deuses do futebol, entre as nuvens de algodão, se reuniram e decidiram que a Copa de 2010 deveria ser realizada no continente africano como uma forma de um pedido de desculpas pelo descaso da cúpula do G-7. Um continente marcado pela miséria, pela fome, pela aids, pela tirania de alguns poderosos, mas também é um continente marcado por um povo que mesmo diante de tanta desgraça nos contagia com sua alegria. É prazeroso ver estampado em seus rostos os sorrisos...o sorriso da esperança!
             Sendo assim, os deuses enviaram até à Terra um sábio profeta prometendo que desta vez seria campeã aquela seleção que prezasse pelo belo futebol jogado e somente o sábio saberia quem seria o campeão da Copa de 2010. O ponta pé inicial foi dado e no meio daquela euforia embalada pelas vuvuzelas houve muitos combates na busca da vitória e eis que na grande final prevaleceu o toque refinado, aqueles que tratavam com maestria a estrela do combate. Fim do combate e a emoção tomou conta de milhares e milhares de pessoas, mas o sábio antes de partir deixou sua última mensagem: "AGORA ESTÁ NA HORA DE VENCER OUTRO COMBATE: O DO DESCASO COM O POVO QUE NOS CONTAGIOU COM SEU JEITO CONTAGIANTE DE SER. ACABAR COM A MISÉRIA, COM A FOME É PRECISO PARA O BEM DA HUMANIDADE." 
             Depois disso o sábio se foi na esperança de um mundo melhor... quem viver verá!



sábado, 3 de julho de 2010

NA LUTA CONTRA VIOLÊNCIA À MULHER

Muito tem se comentado na imprensa casos de violência em que a mulher vem sendo a vítima, violência esta cometida por ex namorados, ex amantes, ex noivos, ex maridos. Se olharmos para trás perceberemos que houve um avanço na proteção das mulheres, mas infelizmente não é o bastante, muita coisa há de se fazer. Enquanto o machismo estiver presente na sociedade teremos novos casos de violência. Sou moderador de uma comunidade no orkut chamada Sou Contra Violência à Mulher e por lá acompanhei casos e mais casos de crimes bárbaros, de atos inconcebíveis. Mesmo diante deste cenário é preciso caminhar, lutar e acreditar que a sociedade reconherá o erro que vem cometendo e perceber que somente o amor é capaz de construir um mundo melhor. Semear amor é preciso!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

RAZÃO X EMOÇÃO

Eis um casamento perfeito quando ambos estão direcionados para o mesmo ponto de convergência, mas nem sempre ocorre desta maneira. É comum percebermos o conflito entre a razão e a emoção e quando este conflito se manifesta qual caminho seguir? E quando este conflito está diretamente ligado a um relacionamento amoroso? O dito popular não me deixa mentir quando diz que a razão é dura demais, enquanto que a emoção é frágil porcelana. Alguns diriam que seria muito mais prudente seguir a razão, mas o planeta carece de fortes emoções que permita a sociedade resgatar certos valores esquecidos no decorrer dos anos por conta de uma sociedade cada vez mais materialista. Eu abraço a emoção desde que seja muito válido expor suas emoções para a outra pessoa, se bem que no momento estou sendo vigiado de perto pela minha razão e sinceramente não sei até que ponto isso é saudável. Vou navegando na busca do entendimento destes 2 personagens. Navegar é preciso!